Livaningo e Ministério Público preocupados com as comunidades afectadas pela Green Resources

0 Comments

A Procuradoria Provincial de Nampula está no terreno a fazer o levantamento das preocupações de cerca de 300 camponeses, residentes no distrito de Ribaué que perderam a terra e suas culturas para a empresa Lúrio Green resources. As comunidades exigem justas compensações pelas culturas destruídas pela empresa, para dar lugar a plantação de eucalipto, falsas promessas de implantação de projectos  sociais como postos de saúde, escolas, furos de água, vias de acesso e pontes, emprego para jovens locais, projectos de geração e renda, entre outros.

A intervenção da Procuradoria Provincial de Nampula que pode culminar com a instauração de uma acção criminal contra a Green Resources, só foi possível graças aos trabalhos incansáveis de advocacia da Livaningo e do Comité de Gestão dos Recursos Naturais de Namigonha.

Leave a Comment

Your email address will not be published.