”A lanterna Solar ajuda a economizar dinheiro e permite que meus filhos façam trabalhos escolares à noite”

0 Comments

A maioria da população residente no bairro 5, localidade Nwamatibjana, posto administrativo 3 de Fevereiro, distrito da Manhiça, província de Maputo, não dispõe de cobertura da rede pública de energia, uma vez que, os postes que transportam a corrente eléctrica cobrem apenas uma parte dos quarteirões daquela circunscrição geográfica do país.

Adelino Américo, de 48 anos é o rosto dos demais moradores do bairro 5 que não podem instalar energia eléctrica nas suas residências. Felizmente, graças ao projecto de empoderamento económico das comunidades através do uso das energias renováveis, levado a cabo pela Livaningo com apoio das estruturas locais, Adelino pode adquirir uma lanterna solar que para além de iluminar a sua casa, tem a vantagem de carregar telemóveis.

Adelino conta que antes de apostar em energias renováveis, despendia semanalmente somas avultadas de dinheiro adquirindo vela e querosene. “Para além de gastar dinheiro caminhava cerca de 3 quilômetros para comprar querosene e carregar telemóvel”, lembra Adelino que sublinha que desde que começou a usar a lanterna poupa em 100% o valor que antes gastava comprando vela e querosene.

As lanternas solares precisam de poucos recursos para funcionarem, bastando para tal colocar o painel rente ao sol durante o dia. “Basta carregar a lanterna a noite tens a garantia de iluminação, com a vantagem de que podemos carregar telemóveis. Comparado com as velas e candeeiros as lanternas fornecem segurança. As nossas casas não correm risco de pegar incêndio”, afirmou Adelino que realçou que os seus 4 filhos dispõem de mais tempo para desenvolver actividades caseiras e estudar no período nocturno.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Abra o chat
Olá, posso ajudar?
Olá
Podemos ajudar?